Jejum: por que?

Os alimentos que engolimos, líquidos ou sólidos não entram na traquéia porque dispomos de mecanismos de defesa que fecham sua entrada, fazendo com que se dirijam ao estômago. Durante a anestesia, estes mecanismos de defesa são bloqueados e, na eventualidade de ocorrer vômitos, o alimento poderá entrar nas vias respiratórias e provocar complicações pulmonares muito graves.
Portanto, não coma e nem beba qualquer coisa. O jejum inclui alimentos sólidos e líquidos por, no mínimo, de 6 a 8 horas antes da cirurgia.
 
Lembre-se: a água está incluída no jejum.